Somos inteiros desde o nascimento.
Somamos, mais tarde, para multiplicar.
E, aos pouco, vamos nos subtraindo.
Quando dividir é só o que importa.
Muda-se tudo na vida:
Senhas, lençois da cama, estado, a fórmula de Florais, as estações.
A impermanência da vida: ah, essa maravilha!